305196-como-funciona-recall-de-veiculos

Como funciona o recall de veículos?

Dezembro 2019

2 minutos de leitura

Compartilhe
Compartilhe pelo Facebook Compartilhe pelo WhatsApp

Embora a fabricação de veículos utilize tecnologia de ponta, existe a possibilidade de receber notícias sobre recall de veículos. Normalmente, o recall ocorre em lotes, quando é detectado algum defeito em peças importantes ou quando os veículos têm características de fábrica comprometidas, que podem colocar em risco a segurança dos passageiros.

Mesmo sendo um problema relativamente comum, a grande maioria dos consumidores não espera que isso vá acontecer com o seu veículo novo e não sabe como proceder em caso de recall. Portanto, preparamos um conteúdo voltado para essa questão. Confira!

Afinal, o que é recall de veículos?

Como exposto acima, o recall de veículos é, basicamente, uma chamada feita pelas montadoras para alertar os consumidores de defeitos nos veículos que podem colocar a segurança dos passageiros em risco. 

O alerta e convocação sobre a necessidade de recall é de responsabilidade da montadora e é uma garantia assegurada pelo Código de Defesa do Consumidor. Logo, o consumidor deverá ser informado, caso seu veículo esteja na lista de recall, sobre quais os problemas do veículo e qual o local onde deverá ser feito o reparo do automóvel.

Por que acontece recall?

Primeiramente, o Código de Defesa do Consumidor determina que fornecedores não podem colocar no mercado produtos ou serviços que ponham em risco a saúde ou segurança dos consumidores. E tanto os fornecedores como Município, Estados e União são responsáveis por informar os consumidores caso sejam constatados problemas. Desse modo, o recall de veículos e a sua divulgação é regulamentado e assegurado em lei.

Os recalls podem ser convocados por diversos motivos. No entanto, as causas mais comuns para os defeitos de fábrica em veículos são componentes e peças terceirizados de outros fabricantes pelas montadoras. 

Normalmente, isso acontece devido à constante atualização e fabricação de novos modelos. Além disso, muitas vezes os testes de qualidade continuam mesmo depois do lançamento do veículo, o que faz com que sejam detectados novos defeitos que ainda não haviam sido identificados quando os veículos já estão em circulação.

No Brasil, já foram realizados recalls de várias marcas de carro, não sendo possível falar em um modelo imune a recall.

Como saber se seu carro foi convocado para recall?

Nós já mencionamos que a montadora e o Estado são responsáveis por informar os consumidores a necessidade de recall. 

Nesses comunicados, normalmente são divulgados o modelo, ano de fabricação, chassis dos veículos convocados e locais para manutenção, e é disponibilizado um número de telefone para atendimento. Quando um recall é convocado, as montadoras também costumam divulgar um comunicado em suas páginas na internet e enviar uma carta aos proprietários dos veículos. 

Contudo, se mesmo assim você tem dúvidas ou suspeita de algum problema no seu veículo, o site do Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor reúne e disponibiliza as informações de todos os veículos fabricados no Brasil convocados para recall desde 2004. O Departamento Nacional de Trânsito mantém um arquivo semelhante, com informações que datam de 2001.

O que acontece se você não mandar o carro?

Não mandar o carro para o recall mesmo quando é detectado um problema é extremamente imprudente. Afinal, você colocará em risco a sua vida e a de outras pessoas ao dirigir. Porém, não existe um prazo limite para atender à chamada de recall. O procedimento correto é, constatada a chamada de recall para o seu veículo, levá-lo o mais rápido possível para o local de atendimento. 

Apesar de poder parecer um inconveniente para os consumidores, todos os custos com transporte, conserto e serviços que envolvem o recall são custeados pela montadora. Além disso, sob qualquer sinal de negligência ou mau atendimento por parte da montadora, a justiça pode ser acionada com grandes chances de ganho de causa para os consumidores.

Desde recall de veículos, até seguro ou proteção automotiva e manutenção regular, adquirir e manter um carro envolve várias preocupações. Para manter-se informado e receber dicas valiosas, assine nossa newsletter e garanta o melhor conteúdo sobre veículos!

Comentários