294741-qual-a-importancia-de-fazer-rodizio-dos-pneus-do-caminhao-confira

Qual a importância de fazer rodízio dos pneus do caminhão? Confira!

Julho 2019

2 minutos de leitura

Compartilhe
Compartilhe pelo Facebook Compartilhe pelo WhatsApp

Todos que dependem de caminhões para trabalhar sabem da importância de estar com a manutenção dos veículos em dia. Assim, os profissionais da estrada evitam paradas em decorrência de problemas de qualquer natureza e não colocam as próprias vidas em risco.

Inclusive, é possível fazer com que alguns itens indispensáveis ao funcionamento e à segurança do motorista tenham uma durabilidade maior. Por exemplo, no caso dos pneus, é possível usá-los por mais tempo e garantir estabilidade e conforto às viagens por meio da realização de uma alternância periódica de posição.

Se você quer saber mais sobre a importância do rodízio dos pneus e como fazer isso do jeito certo, continue lendo este post e anote as dicas!

O que é o rodízio dos pneus?

Estamos falando da troca periódica da posição desses componentes. Tal hábito permite que o desgaste da borracha que reveste as peças aconteça por igual, levando em conta que cada uma das rodas está exposta a condições diferentes, sofrendo mais com o estado do asfalto e o peso da carga e do próprio caminhão.

Assim, um rodízio faz a troca de posição de pneus de acordo com o modelo (radial ou diagonal), o tipo (simétrico, assimétrico ou unidirecional) e a tração do veículo (traseira, dianteira ou nas quatro rodas).

Como a manutenção deve ser feita?

O rodízio de pneus costuma ser uma indicação da maioria das fabricantes. Mas, para esse cuidado gerar o efeito desejado, é preciso seguir algumas recomendações. A primeira delas diz respeito à periodicidade: o manual do veículo costuma informar o limite de rodagem para que seja feita a troca de posição. Na falta desse dado, mantenha uma média 10 mil quilômetros rodados.

O rodízio não deve ser feito isoladamente. Todas as vezes que os pneus tiverem sua posição trocada, é preciso fazer também o alinhamento e o balanceamento das rodas, além da checagem da pressão e das condições das válvulas de ar.

Se o padrão de desgaste dos pneus estiver muito diferente, o rodízio não é recomendável. Como o objetivo da troca de posição dos pneus é manter o desgaste em nível semelhante, se eles já estiverem com uso desequilibrado, a alternância deixa de fazer sentido. Nesses casos, invista em produtos novos.

Qual é a importância dessa prática?

O rodízio de pneus traz dois grandes benefícios para o motorista. O  principal é o aumento da durabilidade dessas peças, o que gera economia. Como elas são o ponto de contato entre o caminhão e o solo, o atrito faz com que a borracha seja consumida. Todavia, com a alteração periódica de posição, o desgaste acontece por igual, postergando a troca completa do jogo de pneus.

Além do alívio para o bolso, o rodízio de pneus aumenta a estabilidade durante a condução do caminhão. Assim, o motorista fica mais seguro quando precisar fazer uma frenagem ou mudar a direção do veículo.

Entender como funciona o rodízio dos pneus é essencial para a segurança do motorista. Esse cuidado garante a durabilidade dos componentes do caminhão e também a segurança de quem está ao volante. Portanto, para favorecer a qualidade do seu trabalho, não ignore esse ponto.

Agora, quer saber por que é importante você ter uma cobertura de seguro para caminhões? Leia também o nosso post “Por que contratar seguro para caminhões?” e entenda por que a contratação desse serviço faz diferença!

Comentários