conheca-os-5-principais-motivos-para-fazer-seguro-de-moto

Conheça os 5 principais motivos para fazer seguro de moto

Julho 2018

2 minutos de leitura

Compartilhe
Compartilhe pelo Facebook Compartilhe pelo WhatsApp

Já reparou como cada vez mais pessoas optam pelas motos como meio de transporte no dia a dia? Afinal, além de mais baratas que os carros, as motos ainda gastam menos combustível e têm uma manutenção bem mais simples. Precisamos destacar só um detalhe: quem faz essa escolha não pode abrir mão de um seguro de moto.

Quer saber os motivos que justificam essa necessidade? Acompanhe os próximos tópicos!

1. Incidência de roubos e furtos

Dados de 2017 apontam que, só no estado de São Paulo, são roubadas em média 105 motos por dia. Disso você pode facilmente entender que os proprietários desses veículos estão mais propensos a serem roubados, principalmente se as motos forem de modelos mais caros.

Na prática, o seguro contra roubos para motos funciona de maneira similar à modalidade pensada para os carros. Em caso de sinistro, o dono deve entrar em contato com a polícia e a seguradora imediatamente. Se a moto for recuperada, o seguro cobre os gastos necessários para os devidos reparos. Só se os custos do conserto superarem determinado valor é que a indenização será paga de maneira integral.

2. Possibilidade de acidentes mais graves

A missão de se equilibrar em 2 rodas pelo trânsito normalmente caótico das cidades não costuma ser das mais fáceis. E por mais que o motociclista tenha cuidado e seja responsável, acidentes sempre podem acontecer. Nesse caso, as chances de as consequências serem mais graves que as causadas em uma batida de carro são bem maiores.

O que você precisa saber em relação a isso é que quem conta com um seguro de moto usufrui de alguns serviços essenciais durante essas ocorrências, como gastos hospitalares e até cobertura por invalidez.

3. Proteção para danos contra terceiros

Acidentes também podem envolver outras pessoas, causando danos tanto físicos quanto materiais a terceiros. Sem um seguro com essa cobertura, acaba sobrando para o motorista da moto arcar com as despesas — que podem não ser nada baratas.

4. Substituição de acessórios e itens de proteção

Um tipo de acidente pequeno, mas muito comum para quem usa moto no dia a dia é a famosa batidinha de retrovisor durante as manobras para estacionar. Outros acessórios sensíveis danificados com frequência são os faróis dianteiros e as lanternas traseiras. Pois sabia que tais itens podem entrar na cobertura, sendo substituídos caso necessário?

Itens de proteção, como capacetes e luvas, também são passíveis de cobertura e troca em caso de danos ocasionados por acidentes. Como alguns desses equipamentos são obrigatórios (e caros), tal cobertura se mostra bastante interessante.

5. Assistência 24 horas

Por fim, para evitar que problemas mecânicos comprometam seus deslocamentos, o seguro ainda oferece assistência 24 horas. Isso garantirá socorro e a resolução de eventuais problemas, além de serviços extras, como chaveiro e guincho.

É importante ressaltar, no entanto, que quanto mais coberturas forem adicionadas, maior será o preço pago pelo seguro. Por isso, não deixe de analisar suas reais necessidades antes de assinar qualquer contrato, procurando encontrar a alternativa mais adequada.

Além disso, verificar a reputação da companhia de seguros e todos os detalhes da apólice é essencial para não ser negativamente surpreendido quando for necessário acionar a cobertura, ok?

Agora que você conhece ao menos alguns dos principais motivos para contratar um seguro de moto e sabe que tem que escolher uma boa seguradora, está pronto para rodar pelas ruas com muito mais tranquilidade! E se quer aproveitar para conhecer as melhores opções de seguro disponíveis no mercado, entre em contato com a Rodobens agora mesmo!

 
 

Comentários