292320-afinal-vale-a-pena-ter-um-seguro-de-saude-para-pet

Afinal, vale a pena ter um seguro de saúde para pet?

Junho 2019

3 minutos de leitura

Compartilhe
Compartilhe pelo Facebook Compartilhe pelo WhatsApp

Quem nunca se preocupou com a própria saúde? Ou realizou consultas preventivas, ou precisou de um atendimento de emergência? Certamente você já passou por isso. Questões como essas costumam levar as pessoas a procurar seguros de saúde, visando garantir mais tranquilidade para suas famílias. Mas e quanto aos animais de estimação? Já pensou nisso?

O seguro de saúde para pet costuma funcionar de forma parecida com aqueles a que nós mesmos estamos acostumados a usar. A questão aqui é: vale a pena contratar o serviço para o bichinho que mora na sua casa?

Neste artigo, vamos ajudar você a responder essa pergunta, explicar como funciona o serviço e mostrar quais são os tipos de cobertura oferecidos. Aproveite a leitura e tome uma decisão pensando no bem-estar do seu companheiro animal!

CTA_Tudo-que-você-precisa-saber-sobre-seguro-em-um-só-lugar_final (1)

Vale a pena contratar seguro de saúde para pet?

Nesse caso, é preciso fazer uma reflexão: sua cidade conta com hospital veterinário público? Se não tiver, talvez seja uma ótima ideia contratar esse tipo de serviço para o bichinho de estimação. Isso porque as despesas do dia a dia com ele já são grandes, incluindo vacinas, ração, banho e tosa, entre outras.

Imagine se algo sai fora do comum e ele sofre um acidente ou desenvolve uma doença mais grave? Isso está previsto no seu orçamento? Os custos para atendimento veterinário nem sempre são tão altos quanto os oferecidos para os humanos, mas, dependendo do caso, podem ser bem caros.

Além disso, com o seguro de saúde para pet, você terá mais tranquilidade para levar seu animal de estimação ao veterinário de forma preventiva.

Como funciona o seguro de saúde para pet?

As regras e coberturas costumam ser semelhantes às oferecidas pelos seguros de saúde para humanos. No caso dos planos para os bichinhos, é feito o pagamento da taxa mensal, o que garante o atendimento veterinário em clínicas e hospitais especializados. Mas há uma vantagem em relação aos serviços oferecidos para as pessoas: os seguros para animais são bem mais baratos e muitos deles não ultrapassam R$ 50,00 mensais.

Os contratos mais básicos costumam cobrir a maior parte das necessidades dos animais de estimação. Entre elas, podemos mencionar exames de laboratório e de imagem, consultas rotineiras, vacinas e atendimento de emergência. Já os seguros de saúde mais completos podem oferecer cirurgias de alta complexidade e benefícios como acupuntura.

Quais são as regras para o seguro de saúde para pet?

Os preços costumam variar de acordo com a cobertura escolhida. Mas há também diferenças dependendo da raça e do porte do animal. Além disso, podem ser mais caros nos casos de pets idosos ou que tenham maior propensão a doenças.

Não existe uma legislação que regulamente a lista de procedimentos exigidos para esse tipo de serviço. Por isso, é importante avaliar todas as opções, os benefícios e as desvantagens, antes de fazer a escolha. Verifique os locais de cobertura, os preços, a qualificação dos profissionais que farão o atendimento e a sua real necessidade.

Para entender melhor se você precisa de um seguro de saúde para pet, faça as contas. Considere a sua despesa mensal com vacinas, consultas veterinárias e, principalmente, a idade e as condições de saúde do seu animal de estimação. Lembre-se de que, em algum momento, ele pode precisar de um procedimento mais caro, até mesmo durante uma viagem de carro, e ter esse serviço à sua disposição vai garantir mais tranquilidade.

O que achou do nosso artigo? Esclarecemos as suas dúvidas sobre o assunto? Entre em contato com a Rodobens: nossa equipe pode ajudar você a tomar a melhor decisão!

Comentários