Seguro prestamista: o que é e para que serve

Compartilhe pelo Facebook Compartilhe pelo WhatsApp

O seguro prestamista vêm ganhando espaço nas celebrações de contratos entre pessoas, lojas, administradoras de crédito e inúmeros tipos de instituições financeiras. Apesar de ainda ser um serviço desconhecido por muita gente, na maioria das negociações que envolvem parcelamento, financiamento e liberação de crédito, essa categoria de seguro é ofertada.

Talvez você também já tenha ouvido esse termo em algum momento de sua vida, ao adquirir um bem por financiamento ou ao solicitar um empréstimo, mas sabe mesmo o que significa?

Neste post, vamos ajudar você a entender melhor o que é seguro prestamista, para que serve e quem pode se beneficiar dele. Além disso, explicamos também quais são os cuidados importantes na hora de contratar uma empresa que ofereça essa medida protetiva. Que tal continuar a leitura para conferir todos os detalhes?

O que é seguro prestamista?

O seguro prestamista é uma modalidade de seguro de vida em que ficam assegurados — em casos de falecimento, invalidez por acidente ou desemprego involuntário — o pagamento, total ou parcial, de prestações de contratos.

Esse serviço pode ser adquirido em alguns casos específicos, como para linhas de crédito, alguns tipos de bens e produtos financiados e itens obtidos por meio do parcelamento. Veja abaixo um pouco mais sobre situações contempladas pelo prestamista:

  • linhas de crédito: consórcios, empréstimos consignados e pessoais, cartão de crédito, cheque especial;
  • crediários: carnês dos mais diversos produtos;
  • compra de bens móveis de valor elevado: carro, moto, barco, entre outros.

Quem faz a administração desses fundos monetários são as seguradoras, responsáveis pelo ressarcimento ao segurado em caso de sinistro — quando ocorre a situação de risco previsto em contrato. Dessa forma, ao ser necessário acionar o seguro por conta de uma das circunstâncias cobertas pelo plano, essas empresas serão as responsáveis por pagar aos credores o valor das dívidas que existirem.

Para que serve esse tipo de seguro?

De forma geral, serve para garantir que os compromissos financeiros perante as instituições credoras, lojas e outras empresas que tenham disponibilizado crédito sejam devidamente cumpridos. No caso de demissões involuntárias, por exemplo, as pessoas que possuem esse tipo de serviço contam com a vantagem de poder liquidar, ou ao menos diminuir, dívidas que tenham contraído com financeiras e órgãos credores.

Para ficar mais claro, imagine a seguinte cena: João é funcionário de uma empresa de pequeno porte, há mais de dez anos, e decidiu com sua família que já estava na hora de trocar de carro, pois o que tinha estava pequeno para acomodar todos.

A questão é que João não tinha nenhum dinheiro guardado, e o veículo que pretendia adquirir estava acima do valor que seria coberto com a venda de seu antigo automóvel. Então, resolveu adquirir um empréstimo da quantia que ainda faltava e, assim, quitar o novo carro.

Na hora de finalizar o contrato, a instituição de crédito ofereceu a João o seguro prestamista e explicou como aquele item poderia auxiliar nas finanças, caso algo inesperado acontecesse e, apesar de ter um emprego estável, ele aceitou.

Quando, no ano seguinte, por conta de uma pandemia inesperada, a empresa em que trabalhava precisou encerrar suas operações, ele pôde acionar o seguro, pagar as parcelas de seu empréstimo e organizar suas finanças. Assim, João e a instituição credora saíram satisfeitos com a negociação.

Da mesma forma que ocorre com outros tipos de seguro, o prestamista têm por objetivo prevenir situações inesperadas — tais como a que João passou — e cuidar para que, na incidência de alguma delas, tanto o segurado quanto as instituições que cedem o crédito possam se organizar e resolver a questão da melhor forma possível.

Quem pode acessar o seguro prestamista?

Tanto pessoas físicas quanto pessoas jurídicas podem ter acesso a um contrato desse tipo de seguro. A diferença principal está na forma de adquirir essa proteção e no tipo de parceria que será estabelecida.

Isso porque, geralmente, quem oferece o seguro prestamista aos consumidores finais são as cooperativas de crédito, as administradoras de consórcio, as financeiras e até as próprias lojas. No entanto, quem fornece e administra o serviço são as seguradoras parceiras dessas mesmas empresas.

Ou seja, você contrata o plano protetivo diretamente onde adquire o bem — sendo que as contratações são dispostas em contratos separados —, mas quem realmente vai cuidar do fundo destinado a esse fim e tomar todas as providências para os casos que se fizerem necessários será a empresa responsável por gerir os seguros prestamistas.

Nesse sentido, o principal beneficiário dessa modalidade de seguro é a própria instituição credora, como os bancos e as financeiras, ou ainda aquelas que fornecem o crédito por meio do parcelamento, como as lojas e empresas do varejo, já que garantem que o empréstimo ou a negociação com o cliente seja protegido de eventualidades.

Essa contratação é tão vantajosa para as instituições financeiras, que muitas investem em oferecer condições de financiamento melhores às pessoas que aceitam adquirir o seguro prestamista, pois se sentem mais seguras e amparadas diante de situações em que o pagamento das dívidas possa ser comprometido.

Além disso, para o consumidor final, a possibilidade de ter seus débitos quitados, total ou parcialmente, é bastante interessante, tendo em vista que poderá proteger a si mesmo e sua família, mantendo a saúde financeira mesmo em casos inesperados.

Quais são os cuidados para adquirir esse seguro?

A recomendação principal é quanto às seguradoras. Para uma parceria que seja eficiente e adequada tanto às necessidades das instituições credoras quanto dos segurados finais, é importante contar com empresas do segmento que sejam certificadas pela Superintendência de Seguros Privados (Susep), órgão responsável por conceder a essas instituições o direito de fornecer a modalidade.

Essas empresas certificadas vão assegurar que os valores cobrados para a prestação do serviço sejam justos e correspondam, de fato, aos custos necessários para que a proteção seja garantida.

Por isso, na hora de buscar por parcerias que estabeleçam um compromisso com a sua necessidade e atuem de maneira transparente, considere seguradoras conceituadas no mercado ou corretoras que priorizem parceiros que ofereçam um trabalho de qualidade, como a Rodobens.

Agora que você viu o que é seguro prestamista, sabe que se trata de uma alternativa cujo objetivo é fornecer proteção nos momentos mais necessários. E se você se interessou em saber mais detalhes sobre a contratação desse tipo de serviço e quer conhecer outras opções de seguro, a Rodobens pode ajudar com todas as suas dúvidas.

Temos vários conteúdos preparados com o máximo de empenho e cuidado, feitos para auxiliar você nas decisões importantes sobre a sua segurança e de sua família. Se quiser aproveitar que já está por aqui, você pode assinar nossa newsletter e ficar por dentro de todas as soluções que oferecemos!

Quer receber mais conteúdos como esses por email?

Cadastre-se para receber nossos conteúdos por email e tenha informações em primeira mão:

Use seu imóvel para tirar seus planos da gaveta

Comentários