Sinistralidade: você sabe o que é e como isso afeta as empresas?

Compartilhe pelo Facebook Compartilhe pelo WhatsApp

O plano de saúde está entre os benefícios mais almejados pelos profissionais hoje em dia. Isso porque ele atribui certa segurança em relação à manutenção da qualidade de vida, seja apenas do colaborador ou de todo o seu grupo familiar. Mas, sobre esse benefício, é importante que a empresa se mantenha atenta a um aspecto: a sinistralidade.

Ele é um índice fundamental para o plano de saúde, sendo muito relevante que a empresa o mantenha sob controle se não quiser ter um aumento dos custos com o benefício.

No decorrer deste post, você saberá mais sobre a sinistralidade e as maneiras de otimizá-la em qualquer negócio. Tem curiosidade sobre o tema? Então, aproveite a leitura!

O que é sinistralidade?

No universo corporativo, a palavra sinistro e suas variáveis, como sinistralidade, estão relacionadas à contabilização da ocorrência de acidentes ou acontecimentos negativos que provocam danos. No caso dos planos de saúde e seguro empresarial, a sinistralidade corresponde ao prejuízo de um bem que está segurado — nesse caso, a saúde do beneficiado.

Em resumo, a sinistralidade é um índice usado nos contratos de plano de saúde que se refere às despesas com o uso dos serviços médicos pelos beneficiários. Assim, sempre que um colaborador aciona o benefício, isso equivale a uma ocorrência: um sinistro. Desse modo, com base no valor dos sinistros é definido o prêmio do seguro, que deverá ser pago pelo contratante. Essa é a receita que o plano de saúde recebe.

Por isso, a operadora determina qual seria a sinistralidade aceitável, com base no número de sinistros esperados. O problema é quando esse resultado aumenta muito de um ano para outro, levando a um reajuste no preço do contrato. Então, para evitar um aumento no custo com plano de saúde na empresa, é preciso manter esse índice sob controle.

Como reduzir a sinistralidade na empresa?

Como você viu, ter a sinistralidade sob controle é algo muito importante para a empresa, já que isso afeta diretamente os custos que ela tem com os planos de saúde. Sendo assim, para fazer essa redução ou controle, sem comprometer a qualidade das coberturas ofertadas, é necessário adotar algumas estratégias e a Rodobens pode te auxiliar a elaborá-las. Confira a seguir as principais.

Investir em exames preventivos

A educação sobre boas práticas de saúde é uma ótima maneira de reduzir a sinistralidade. Por isso, é fundamental que haja estimulação para os colaboradores comparecerem a check-ups e exames de rotina, evitando o surgimento de doenças que podem se agravar e prejudicar ainda mais o estado de saúde do profissional.

Quanto mais graves forem os quadros de doença dos colaboradores, maior a recorrência do uso do plano. A especificidade dos exames também pode variar de acordo com aspectos bem particulares, como o histórico familiar e a idade. Assim, além da prevenção de doenças, a equipe de gestão de Saúde da Rodobens pode incentivar um diagnóstico precoce e ágil, protegendo seus talentos.

Cultivar hábitos saudáveis

A Rodobens, juntamente com o RH, atua como parceira da empresa para desenvolvimento de estratégias que visem a redução da sinistralidade e elaboração de programas de bem-estar e qualidade de vida no trabalho.

Com isso, o estímulo aos hábitos saudáveis pode iniciar dentro da empresa e ser levado para a vida pessoal dos membros das equipes. Incorporar a prática de ginástica laboral é um exemplo disso, mas a empresa pode ir além, oferecendo facilidades na adesão a planos de academia ou desenvolvendo atividades em grupo, como caminhadas, passeios e esportes coletivos.

Outra estratégia eficaz é facilitar uma alimentação saudável. A instituição pode oferecer lanches mais naturais, como frutas e sucos, para os momentos de pausa. Assim, os profissionais mantêm seu sistema imune fortalecido, ficando mais resistentes a doenças e diminuindo o uso do plano de saúde.

Criar campanhas de conscientização

Desenvolver campanhas de conscientização também tem uma função importante na redução da sinistralidade. Isso porque não existe nada mais efetivo do que o conhecimento sobre uma utilização responsável do plano de saúde. Pensando nisto, a Rodobens atua anualmente em diversas ações através de vídeos, lives, e-mails, anúncios em murais e eventos que podem contribuir com sua empresa. Além de outras ações como:

  • campanhas de vacinação;
  • à relevância do uso de métodos preservativos contra doenças sexualmente transmissíveis;
  • combate ao tabagismo;
  • bem-estar no trabalho (alongamento, postura adequada, pausas, entre outros).
  • saúde mental;
  • combate ao câncer de mama (Outubro Rosa);
  • combate ao câncer de próstata (Novembro Azul).

É possível conscientizar as equipes sobre como uma utilização sem necessidade pode aumentar os custos, sobrecarregando o fluxo de caixa da empresa e prejudicando a disponibilidade do benefício.

É desse modo que as pessoas entendem que o plano só deve ser usado quando for necessário. Portanto, você pode investir em vídeos, e-mails, panfletos, anúncios em murais e até em eventos destinados para esse fim.

Qual é a importância dessas práticas?

Ainda não se convenceu sobre a importância de trabalhar as práticas de redução de sinistralidade com a sua equipe? Então, fique de olho em alguns benefícios obtidos a partir dessas estratégias.

Como a adoção de programas de controle de sinistralidade inclui a priorização do bem-estar dos colaboradores e consultas preventivas, os profissionais também acabam contando com uma maior qualidade de vida no ambiente de trabalho.

Isso é proporcionado especialmente por medidas que visam melhorar a ergonomia no ambiente de trabalho, as pausas programadas, a alimentação saudável e a prática de atividades físicas.

Por fim, mas não menos importante, reduzir a taxa de sinistralidade afeta diretamente os custos da empresa. Isso significa que mais recursos estarão disponíveis para continuar aplicando nos próprios planos ou em estratégias que melhorem as condições de trabalho dos membros das equipes. Portanto, é importante calcular sinistralidade constantemente para checar a efetividade das ações.

Na Rodobens temos o RGD — Rodobens Gestão de Dados. Uma ferramenta usada para monitorar os dados da saúde da empresa parceira, para que, a partir disso, em conjunto com o RH, sejam desenvolvidas ações de promoção de saúde para reduzir a sinistralidade. 

Com base no que você acabou de conferir, já sabe que manter o nível de sinistralidade baixo é um aspecto positivo para a empresa. Portanto, você pode começar a adotar algumas das práticas apontadas para colher os benefícios quanto antes.

Para se manter a par dos conteúdos que ajudem a otimizar as decisões na empresa, que tal assinar nossa newsletter?

Quer receber mais conteúdos como esses por email?

Cadastre-se para receber nossos conteúdos por email e tenha informações em primeira mão:

Use seu imóvel para tirar seus planos da gaveta

Comentários