Você sabe o que é a franquia de um seguro de carros?

Dezembro 2016

4 minutos de leitura

Compartilhe
Compartilhe pelo Facebook Compartilhe pelo WhatsApp

voce sabe o que e a franquia de um seguro de carros.jpg

Franquia: esse é um termo muito mencionado quando o assunto é seguro de carros. Por mais que você já tenha ouvido falar bastante sobre as franquias por aí, será que sabe exatamente o que está envolvido? É importante saber como um seguro realmente funciona, pois assim estará mais preparado para lidar com qualquer situação, desde a economia de dinheiro até a exigência de direitos. Então não perca mais tempo! Aprenda de uma vez por todas o que é uma franquia de seguro de carros, que tipos existem, quando é (ou não) preciso pagar e muito mais!

O que é franquia?

Franquia é o nome dado à taxa que o seguro cobra para assumir o conserto do veículo nos casos em que não for necessária a indenização integral. O valor da franquia serve de referencial para saber quando a seguradora cobrirá os custos do seu carro. Para entender melhor como tudo isso funciona, considere que você optou por uma franquia que custa mil reais e seu carro sofre um acidente que requer conserto no valor de R$ 3 mil. Nesse caso, você terá que pagar mil reais à seguradora, que assumirá o restante — os outros dois mil.

Por que ela existe?

Você pode estar se perguntando sobre a necessidade de existir esse valor mínimo para o conserto. Geralmente, o que se espera de um seguro é cobertura ilimitada, certo? A verdade é que a franquia é uma forma de proteção para a apólice, garantindo que o segurado não acionará o seguro por danos pequenos. Além disso, é uma forma de disciplinar o segurado, incentivando-o a guiar o veículo com cuidado e a zelar por sua conservação. Assim evitará negligenciar as leis de trânsito ou se arriscar mais que o recomendado simplesmente por considerar que, estando segurado, não sairá no prejuízo.

Quais são os tipos?

As seguradoras costumam oferecer 4 tipos de franquias, cabendo ao consumidor escolher a mais apropriada a suas necessidades:

  • Franquia básica ou comum: esse é o tipo mais usado nas cotações e seu valor varia de acordo com a empresa que oferece o seguro. Nesse modelo, o consumidor paga menos, mas a franquia tem um valor mais alto, o que faz o segurado recorrer à cobertura só no caso de danos maiores.

  • Franquia reduzida: esse tipo geralmente apresenta a metade do valor da franquia básica. Nesse caso, o preço do seguro é maior e o consumidor poderá acioná-lo mais vezes para cobrir consertos.

  • Franquia ampliada ou majorada: nessa modalidade, o valor da franquia geralmente equivale ao dobro da básica, com o preço do seguro sendo mais barato. Assim, o consumidor está disposto a arcar com custos de consertos pequenos, médios e até graves, preocupando-se em acionar o seguro somente em casos de sinistro muito grave ou mesmo perda total do veículo.

  • Franquia isenta: esse tipo não é oferecido por todas as seguradoras, já que, como o próprio nome já sugere, seguros com franquia isenta não cobram franquia. Assim, seu preço pode ser bem mais elevado.

Viu como assim fica fácil perceber que existe uma relação inversamente proporcional entre valor do seguro e da franquia? A lógica é: quanto maior for a franquia, menor será o preço do seguro.

Existem condições especiais?

A companhia seguradora também pode oferecer condições especiais no que se refere à franquia, dando descontos em determinadas ocasiões. Pode também isentar o segurado em casos de acidente em que ele não tenha sido o culpado. Além disso, a empresa também pode oferecer serviços gratuitos, como lavagem e higienização do veículo quando acontecerem alagamentos ou enchentes.

Qual o melhor modelo?

Na verdade, não há um modelo ideal. As alternativas existem exatamente para que o consumidor tenha à disposição um leque de opções para, dependendo do seu caso, escolher a franquia mais adequada. Se sua preocupação é só com a perda integral do veículo, o melhor é optar pela franquia ampliada. Já se você acha que, mesmo tomando todos os cuidados necessários, seu carro ainda está muito vulnerável, talvez a franquia reduzida seja uma boa escolha. E caso você esteja adquirindo seu primeiro carro agora, o melhor é optar pela franquia normal, observando cuidadosamente suas necessidades com o passar do tempo para adequar o plano na renovação.

Quando não se paga a franquia?

Você deve pagar a franquia sempre que o sinistro implicar em valores de conserto inferiores a 75% do montante total do carro. Quando acontecerem acidentes cujos consertos sejam iguais ou superiores a essa porcentagem, a seguradora assume tudo — nesse caso, trata-se de perda total do veículo. 

Dentre os casos de perda total estão: colisão grave, explosão, queda de raio e incêndio. Vamos lembrar o que as seguradoras consideram como casos de perda total? Veja:

  • Acidentes com perda igual a 100% do valor do veículo;

  • Sinistro que danifique o carro a tal ponto que seja impossível recuperá-lo — 75% ou mais do valor do veículo;

  • Roubo do veículo sem chances de recuperação.

E vale ressaltar que, sempre que acontecer um sinistro, o segurado deve levar seu carro para as oficinas credenciadas junto à seguradora. Só assim terá direito à cobertura.

Como é feita a cotação?

Para estipular o valor do carro e determinar o valor da franquia, bem como os casos de cobertura parcial ou integral, é necessário fazer a devida cotação. Hoje em dia, já é possível fazer essa cotação sem sequer sair de casa, acessando sites específicos que consideram opções de marca, modelo, ano de fabricação, quantidade de portas, tipo de motor, acessórios e outros detalhes. Também é importante saber a quilometragem percorrida ou se o carro é zero quilômetro. Preenchendo as informações necessárias, você terá, ao fim, a cotação atual para seu veículo.

Entendeu agora o que é franquia e a relação que ela mantém com o preço do seguro? Sabe dizer que franquia escolheria para o seguro do seu carro hoje? Qual dos tipos de franquia você considera o mais conveniente para seu caso? Deixe um comentário aqui e compartilhe suas impressões conosco!

Comentários